Tuesday, July 04, 2006

TRABALHO DE CONCLUSÃO
PROJETO DE VÍDEO - ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Título: Alimentação e qualidade de Vida – Interação Educativa numa Perspectiva Transdisciplinar
Identificação: Maria Salete Wust de Souza - Rua Sargento Karstens, 105 - Glória
Parcerias: Professores de todas as disciplinas da escola, supervisoras, orientadoras, enfermeiras do posto de saúde local, nutricionista da prefeitura e com os alunos de todas as séries (1ª a 8ª série).
Justificativa: No momento atual, o termo segurança alimentar se tornou destaque em todos os países, e representa a responsabilidade do governo de garantir a produção, a distribuição e, principalmente, o consumo da quantidade e qualidade dos alimentos que cada pessoas precisa ter. Assim, o tema alimentação se transformou numa preocupação vigente, atingindo até o setor da saúde, onde os médicos compreendem a ligação de muitas doenças com a inadequação alimentar. Sabe-se que em relação ao acesso ao alimento, grande número da população precisa da intervenção política governamental, mas, quando o fator se refere ao consumo inadequado, sente-se haver necessidade também da intervenção da escola, no sentido de orientar nutricionalmente nossos alunos e a comunidade, para saber selecionar e quantificar os alimentos a serem consumidos. Existe uma idéia de que comer bem é comer muito ou comer carne, o que não é verdade, segundo a opinião do doutor em nutrição, José Eduardo Dutra de Oliveira. É preciso ensinar as pessoas a comerem nutricionalmente bem, e exigir políticas e programas que promovam a boa alimentação. O que se pretende, com este trabalho, portanto, é desenvolver atividades educativas sobre nutrição com a comunidade escolar para conscientizá-la sobre a valor nutricional dos alimentos e a influência destes nutrientes no desenvolvimento humano, bem como, refletir sobre os problemas de saúde ocasionados por hábitos alimentares incorretos. Neste caso, pensa-se em ampliar o quadro de visão das pessoas sobre alimentação, que, normalmente, é fundamentado em conhecimentos muito superficiais, em propagandas de alimentos ou de dietas que até deveriam ser proibidas. Para se garantir a segurança alimentar populacional as pessoas precisam se alimentar de maneira correta e para que isso aconteça faz se necessário o conhecimento sobre os riscos à saúde quando a pessoa alimenta-se de forma inadequada.
Objetivos: Elaborar o cardápio alimentar praticado na família Conhecer os conceitos básicos da nutrição e saúde. Identificar os nutrientes e sua função no organismo. Selecionar e caracterizar uma dieta adequada a nossa alimentação. Valorizar os hábitos alimentares da região compatíveis com os fundamentos da nutrição. Reconhecer a importância da participação comunitária como meio de garantir o acesso a uma dieta adequada.Apropriar-se da capacidade de utilização de recursos tecnológicos para construir o conhecimento e comunicar-se.

CRONOGRAMA DAS ATIVIDADES DO PROJETO
ATIVIDADES A SEREM REALIZADAS
Agosto Levantamento do material teórico Como Pesquisa teórica livro, revistas, fitas/DVD (professores).
Agosto Reunião para o planejamento transdisciplinar Como Professores no auditório da escola junto com a equipe técnica-pedagógica para a elaboração e o compartilhamento do projeto.
Setembro Apresentação do tema para a comunidade escolar Como Lançar o tema utilizando um vídeo a importância da alimentação saudável, e expor a necessidade de se trabalhar com o assunto junto aos alunos em sala de aula.
Setembro Levantamento dos conhecimentos prévios junto aos alunos Como Relacionar as dúvidas e as certezas sobre o tema identificando o que o aluno sabe e o que não sabe e precisa saber sobre o assunto.
Setembro Planejamento e distribuição das atividades a serem desenvolvidas junto aos alunos Como Cada professor responsabiliza-se por atividades a serem desenvolvidas junto os alunos. Setembro/Outubro Desenvolvimento das atividades junto aos alunos Como Confirmar as certezas e solucionar as dúvidas utilizando-se de pesquisas; entrevistas na comunidade sobre o cardápio alimentar; seleção de vídeo sobre tema; filmagem dos momentos centrais do trabalho para exibição na socialização; construção do relatórios sobre o trabalho desenvolvido; montagem do jornal mural da escola.
Novembro Socialização dos trabalhos realizados Como Através da exposição de trabalhos em: -painéis, vídeos sobre o cardápio alimentar, - vídeos a respeito do conteúdo - comparativo entre cardápios identificados como inadequados e cardápios reconstruídos -relatórios dos alunos - exibição do vídeo produzido pela escola.
AVALIAÇÃO
A avaliação será contínua durante todo o processo observando-se a realização das atividades e intervindo sempre que necessário.Serão realizadas verificações de aprendizagem utilizando-se dos instrumentos utilizados na construção do conhecimento como as entrevistas, os relatórios, o desenvolvimento das atividades.

Monday, June 19, 2006

OS RECURSOS AUDIOVISUAIS E O DESENVOLVIMENTO COGNITIVO, SOCIAL E EMOCIONAL DOS ALUNOS
Os recursos audiovisuais são particularmente úteis no desenvolvimento de habilidades, inclusive na área de relações interpessoais. Muitas das coisas que as pessoas fazem são determinadas ou condicionadas pelos valores, tais como: honestidade, persistência, solidariedade, que muitas vezes pode ser apresentados de forma impactante, através de bons filmes. E, da mesma forma, por meio de outros recursos visuais como lâminas, quadro de slides, que podem ser usados para apresentar uma enorme riqueza de dados e informações de forma visualmente rica, bem estruturada e atraente, e muito eficaz.
Os computadores apresentam inúmeras vantagens em relação a rapidez, permite intercâmbio entre os alunos e acesso a informações mais variadas possíveis.
A eficácia desse uso depende fundamentalmente da qualidade dos materiais de orientação e feedback proporcionado e naturalmente do empenho do aluno.
Também nos presta informações pedagógicas aos alunos e pais para registros, anotações e textos e o uso da internet como grande portão de acesso às informações.
Já com o uso da televisão há diversas circunstâncias em que ela se apresenta como um meio adequado, ou mesmo ideal. Além disso, existem diferentes estilos de programas, como: reportagens, documentários, filmes variados, percebendo o contexto do qual estão aprendendo determinados aspectos que permite relações tecnológicas, culturais, ritmo, fluxo de imagens, entretenimento, informação, percepção, influência, percepção, reação, audiência e maior aprendizado e sugestões de programas.
Certos teipes podem ajudar muito o aluno a ter visão geral de um país, continente, habitantes, cidades, economia, etc.
Podemos também assistir vídeos sobre épocas para contextualizar o que se ensina, percebendo coisas concretas, observando problemas de viver e sobreviver e as diferenças que existem entre as épocas, como também os povos e as diferentes partes do mundo.
Todos os recursos constitui-se em oportunidades para ensinar, servir de habilidades importantes ao acessar, usar e organizar informações de estudo individual, colaboração e liderança de grupos, estabelecimento de prazos, envolvimento com colegas, pessoas ou problemas da comunidade e também deve assegurar que os alunos estão progredindo em sua capacidade de usar linguagem escrita e oral, técnicas de apresentação, autonomia e cooperação nos critérios para a escolha dos meios necessários para a elaboração do que está sendo abordado.
OS RECURSOS AUDIOVISUAIS E O DESENVOLVIMENTO COGNITIVO, SOCIAL E EMOCIONAL DOS ALUNOS
Os recursos audiovisuais são particularmente úteis no desenvolvimento de habilidades, inclusive na área de relações interpessoais. Muitas das coisas que as pessoas fazem são determinadas ou condicionadas pelos valores, tais como: honestidade, persistência, solidariedade, que muitas vezes pode ser apresentados de forma impactante, através de bons filmes. E, da mesma forma, por meio de outros recursos visuais como lâminas, quadro de slides, que podem ser usados para apresentar uma enorme riqueza de dados e informações de forma visualmente rica, bem estruturada e atraente, e muito eficaz.
Os computadores apresentam inúmeras vantagens em relação a rapidez, permite intercâmbio entre os alunos e acesso a informações mais variadas possíveis.
A eficácia desse uso depende fundamentalmente da qualidade dos materiais de orientação e feedback proporcionado e naturalmente do empenho do aluno.
Também nos presta informações pedagógicas aos alunos e pais para registros, anotações e textos e o uso da internet como grande portão de acesso às informações.
Já com o uso da televisão há diversas circunstâncias em que ela se apresenta como um meio adequado, ou mesmo ideal. Além disso, existem diferentes estilos de programas, como: reportagens, documentários, filmes variados, percebendo o contexto do qual estão aprendendo determinados aspectos que permite relações tecnológicas, culturais, ritmo, fluxo de imagens, entretenimento, informação, percepção, influência, percepção, reação, audiência e maior aprendizado e sugestões de programas.
Certos teipes podem ajudar muito o aluno a ter visão geral de um país, continente, habitantes, cidades, economia, etc.
Podemos também assistir vídeos sobre épocas para contextualizar o que se ensina, percebendo coisas concretas, observando problemas de viver e sobreviver e as diferenças que existem entre as épocas, como também os povos e as diferentes partes do mundo.
Todos os recursos constitui-se em oportunidades para ensinar, servir de habilidades importantes ao acessar, usar e organizar informações de estudo individual, colaboração e liderança de grupos, estabelecimento de prazos, envolvimento com colegas, pessoas ou problemas da comunidade e também deve assegurar que os alunos estão progredindo em sua capacidade de usar linguagem escrita e oral, técnicas de apresentação, autonomia e cooperação nos critérios para a escolha dos meios necessários para a elaboração do que está sendo abordado.

Tuesday, May 30, 2006


A IMAGEM VIDEOGRÁFICA A SERVIÇO DA EDUCAÇÃO

Quadro de classificação dos programas de maior audiência de TV

Os programas refletem os personagens-centralizados e o mundo de outra forma e inegavelmente está presente na vida da crianças, jovens e adultos, são temas interessantes a ser problematizado em sala de aula, possibilitando a leitura de diversos textos. A fim de ampliar a abordagem e explorar os temas na medida em que os meios de comunicação de massa são formadores de opinião e exercem grande influência sobre os telespectadores.
Cabe lembrar que provavelmente, serão mencionados pontos importantes para o desenvolvimento da abordagem crítica a que se propõe, por isso devemos estimular os alunos a falar, expondo suas dúvidas e dando sua própria opinião.
Nos programas são mencionados pontos importantes, onde há envolvimento, abordagem crítica, interagindo no meio em que vivemos, explorando ao máximo a participação, percepções e emoções.
Os programas também estão centrado no apresentador, como as próprias câmeras no personagem principal do programa, há também um nível de concentração dos telespectadores quanto aos assuntos abordados no cotidiano, dos sentimentros, das novidades que tanto educam como entretém e oferece oprtunidades de compreender, criticar, ver imagens e conhecer vários aspectos de interpretação, comunicação e interação com o mundo.
ASSISTINDO E COMPARANDO PROGRAMAS TELEVISIVOS

Os programas escolhidos para a comparação foram:

TV XUXA - ALTAS HORAS - PROGRAMA DO JÔ

O programa infantil é alegre, possui cenário bem colorido, as criança entram numa Nave Espacial onde acontece o Show. Há também música e a apresentadora é uma astronauta que encanta as crianças. Existe uma infinidade de recursos visuais que conduzem ao mundo da imaginação. Os desenhos são também uma estratégia para dialogar com a criança, só que estão muito fora da realidade em que elas vivem.
Altas horas é um programa para o público jovem só que exibido num horário em que a maioria deles não assiste. O apresentador é jovem (na forma de vestir e de falar), a platéia é formada por um público também jovem e os assuntos abordados são do interesse do público alvo. Há bastante jogo de câmeras e uma interação constante entre a platéia, apresentador, programação e convidados.
Em relação ao Programa do Jô, este se dá numa conversa entre o apresentador e convidados, abrindo-se espaço para a platéia e o espectador. Jô faz bastante interação com a sua banda e com seus câmeras que focam ora sua figura, ora platéia e nas imagens apresentadas no data show. Não há investimento no cenário, como ocorre no programa infantil, mas existe um clima de descontração provocado pelo próprio apresentador que é bem humorado e divertido.
A LINGUAGEM DA TV E DO VÍDEO
A linguagem da TV e do Vídeo agregam valores ao processo esducativo. Cabe lembrar que quando utilizamos assuntos importantes para o desenvolvimento da abordagem crítica dos alunos, a transmissão destes através da TV e do Vídeo estimulam-nos a falar , expondo suas dúvidas e dando sua opinião.
Ao nosso ver é importante selecionar o enfoque crítico a ser dado, na medida em que os meios de comunicação são formadores de opinião e exercem grande influência sobre nossas vidas.
Reflete também um sistema de valores, implica uma seleção, transmite o saber acumulado e habilita o aluno a provocar e lidar com mudanças, inclusive no próprio saber.
Devemos realizar critérios para escolher as programações, como: antecipação, relevância, viabilidade, envolvimento dos alunos, uma boa audição ao examinar os meios.

Tuesday, May 09, 2006

Tecnologia no Cotidiano

Em casa podemos assistir televisão para nos distrairmos sem precisar explorar o que está sendo apresentado, isso chamamos de entretenimento. A televisão exige pouco esforço para receber as mensagens, como o vídeo também deixa pouco espaço para análise e reflexão. As mesmas observações podem ser estendidas ao computador.
Contudo, apesar das limitações da televisão e do vídeo, há diversos estilos de programas que podemos oferecer e de excelente qualidade, que levam à aprendizagem, melhorando as produções textuais, pesquisas, interpretações e informações; intervindo e dando suporte ao ensino-aprendizagem; analisando ao máximo e garantindo pleno sucesso no que foi oferecido.
A sociedade tecnológica vem crescendo e com sua evolução podemos explorar ao máximo as atividades de forma visual, auditiva, escrita e oral, refletindo e interpretando diversos estilos de programas, como: documentários, dramas, jornais, textos, vídeos adequados e de excelente escolha, podendo assim oferecer aos alunos: pesquisas, socialização, técnicas, leituras, interagindo nas produções textuais e no meio em que vivemos.
A tecnologia no cotidiano escolar faz com que professores e alunos mantenham-se informados, atualizados e abrindo caminhos para a aprendizagem em diversas áreas do conhecimento, garantindo pleno sucesso na assimilação, análise e interpretação do que foi oferecido.
Nesse caso, o professor deve explorar os benefícios da tecnologia, em especial a tv e o vídeo que, dependendo da forma de uso, podem facilitar a aprendizagem dos alunos.

Wednesday, May 03, 2006

Recuperação em sala de aula

Este blog é destinado ao Curso de Educação com Multimídia - Potencialializando O Processo Educativo, onde espero adquirir conhecimentos de como posso auxiliar professores na recuperação de alunos com dificuldades em sala de aula.